Name:
Location: Portugal

Friday, April 06, 2007

Virtual Realidade Parte 80


O par enamorado regressava a casa fazendo projectos para a data que se aproximava a passos largos. As ruas permaneciam desertas e o pôr-do-sol espreguiçava-se já sobre o mar.
─ Gostaria muito, amor, que viesses com o teu pai passar o Natal connosco. Este ano é especial: estamos juntos. A Rita e a Sandrine vão cá estar e a minha mãe também; elas adorariam conhecer-te.
─ Era esse o convite que tinhas para me fazer?
─ Era. O que achas?
─ Será bom estar onde tu estiveres, doçura! Não é o Natal que é relevante, mas a tua companhia. ─ deixou Eduardo escapar, num tom de voz que denotava a emoção da felicidade. Pegou-lhe nas mãos e, olhando-a nos olhos, permaneceu alguns instantes ali, parado, em silêncio; depois, abraçando-a, sussurrou:
─ Amo-te muito!
As bocas de ambos aproximaram-se e colaram-se uma à outra com uma intensidade tão grande que alguns raros transeuntes pararam a olhar: uns recordando, com saudade, tempos idos, outros ansiando pela chegada da sua vez; mas todos com aquela pontinha de inveja que o espectáculo da felicidade dos outros sempre desperta em vidas carenciadas de afecto.
Chegaram a casa e, já na cozinha, Eduardo surpreendeu Luísa oferecendo-se para fazer o jantar.
─ Tu cozinhares?! Não achas arriscado, amor?
─ Arriscado como? ─ inquiriu Eduardo, desconfiado daquela pergunta.
─ Pois, tens a certeza de que vamos conseguir comer? ─ riu Luísa.
─ Estás a brincar! Eu sou um excelente cozinheiro!
─ Pois, pois, gaba-te cesto…
─ Duvidas?
─ Não amor. Estava a brincar contigo.
─ Vá, fora daqui já! O jantar fica por minha conta. Quando tiver tudo pronto chamo-te. Entretanto vai ver se encontras a Rita no MSN e fala com ela.
─ Mas tu nem sabes onde estão as coisas! ─ opôs Luísa.
─ Quando não souber pergunto-te. Vai lá. Faço o que combinámos, ok?
─ Já que insistes tanto…Sim, faz o que tínhamos pensado. Mas vê lá se nos deixas sem comer! ─ avisou Luísa, retirando-se com uma enorme risada.
Não era perito em cozinha, mas, de alguma forma, queria ser prestável e em comidas simples saía-se bem. Luísa tinha referido que havia dois dias que não falava com a filha e assim ficaria disponível para tentar encontrá-la e teclar com ela. Eduardo compreendia que para nenhuma das duas a separação estivesse a ser fácil. Ao longo destes meses de convívio virtual e agora real podia ler-lhe na alma a falta que a Rita lhe fazia.
Eduardo, em camisa, mangas arregaçadas, pôs um avental e deitou mãos ao trabalho.
Luísa, na sua salinha, encontrou a filhota no MSN:
─ Olá filhota, tudo bem contigo?
─ Sim, tudo. E tu mamã?
─ Também e muito feliz. ─ e gritando para a cozinha de modo a que Eduardo a ouvisse: ─ Olha, mor, a minha Rita está cá no MSN.
─ Parece que adivinhei! ─ respondeu Eduardo.
─ Ai é?! Conta, conta… ─ pediu Rita.
─ Falemos baixo que tenho cá um cozinheiro a fazer-me o jantar.
─ Tens?! Quem? ─ perguntou Rita, admirada. ─ Estás a brincar!
─ Não, não! É verdade.
─ Mas tu arranjaste um empregado aí para casa?
─ Pois foi. Estreia-se hoje na cozinha; veio à experiência: se se sair bem fico com ele.
─ Cucu! Posso? ─ interrompeu Eduardo.
─ Precisas de alguma coisa? ─ perguntou Luísa a sorrir, virando-se para ele.
─ Sim, desculpa. Onde moram as colheres de pau?
─ Na gaveta dos talheres ao lado do fogão, amor.
─ Bigado! ─ agradeceu Eduardo atirando-lhe um beijo.
─ Estás a gozar comigo, não estás? ─ perguntava Rita.
─ Mais ou menos, filhota.
─ És má! Não me contas.
─ Queres saber quem é?
─ Tu deixaste-me tão curiosa que não quero saber outra coisa.
─ Aí vai a surpresa: é o Eduardo.
─ O teu namorado!
─ Ele mesmo.
─ Ah, muito me dizes! E que mais?
Luísa resumiu os acontecimentos do dia.
─ E agora os dois pombinhos aí em casa sozinhos a arrulhar…vocês portem-se bem!
─ Fica tranquila que vamos fazer por isso, mas só depois de jantar.
─ O Eduardo vai passar aí a noite?
─ Pois, tadinho! Seria muita falta de hospitalidade da minha parte mandá-lo embora de noite para tão longe, não achas?
─ Claro, mamã! Faz o que te parecer melhor. Só quero que sejas feliz.
─ E tu, és feliz aí?
─ Sim, continuo a dar-me bem.
─ Mas…
─ Desculpa de novo. ─ pedia Eduardo que aparecia nas costas de Luísa.
─ O que foi desta vez, mor?
─ O sal?
─ Está mesmo à vista em cima da banca, também perto do fogão. Olha, naquele recipiente de plástico redondo, amarelo com tampa castanha.
─ Ok. ─ disse Eduardo retirando-se.
─ Mas nada mãezinha! Está tudo a correr bem. Não te preocupes comigo: tenho estudado e feito algumas amizades.
─ Tem cuidado filhota!
─ A minha colega de quarto é simpática, estou em boa companhia.
─ Eu, é que não! ─ brincou Luísa.
─ Como?
─ É o meu cozinheiro que não sabe onde estão as coisas. Já me veio aqui perguntar um ror de vezes onde está isto, onde está aquilo... Tenho de ir lá ver se não pegou fogo à comida. Espera um pouco.
─ Mas se ele não conhece a casa é natural. Ok, vai lá.
─ Então chefe, como vai o jantar? Posso ter esperanças? Hum! Já cheira bem aqui! ─ Disse Luísa quando parou na entrada da cozinha e sentiu a pituitária acariciada pelo aroma delicioso que emanava do fogão. ─ O que estás a fazer? Não é nada do que combinámos!
─ Pois não! É segredo, mas está tudo a correr bem. ─ respondeu Eduardo a sorrir. ─ Não quero que vejas. Vai descansada continuar a falar com a tua filhota.
─ Posso mesmo ir descansada?
─ Claro que podes! Confia em mim.
─ Vou confiar, sim, mas só desta vez. ─ respondeu em tom de brincadeira.
─ Só desta? Nem mais uma, amor?
─ Será mais uma se jantarmos bem.
─ Responsabilizo-me por isso. Vai embora.
─ Não precisas de nada?
─ De nada. Agora só vens quando eu disser!
─ Ok, chefe!

Continua...

30 Comments:

Anonymous Diva said...

Simplesmente amorosos:)Um parzinho de meter inveja a qualquer um,sem dúvida;)
Boa Páscoa.
Beijokas 1000

2:44 am  
Blogger MiguelAugusto said...

O amor manifesta-se nas pequenas coisas...

7:48 am  
Anonymous Praia da Claridade said...

Uma Santa e Feliz Páscoa !
Beijos / Abraços.
Filipe

11:50 pm  
Blogger sonhadora said...

Desejo-te uma Páscoa feliz.
Beijinhos embrulhados em abraços.

1:32 am  
Anonymous In Loko said...

As mulheres continuam muito enganadas a respeito das capacidades dos homens na cozinha, quem são os mais famigerados cozinheiros? Eles ou elas? Claro, eles! E não tenho dúvidas nenhumas que Eduardo vai surpreender Luísa com jantarada deliciosa! E a paixão entre os pombinhos continua bem forte, que o digam os transeuntes ao ver aqueles beijos bem arrebatados :)... Beijinho e abraço

5:11 am  
Blogger zezinhomota said...

Isa, que Tenhas uma FELIZ PÁSCOA.

Junto de tua familia.

Os meus votos serão também expressos para o Luis.

Bjnhs para ti

e aBRAÇO para o LUis

ZezinhoMota

10:54 am  
Blogger lena said...

Isa e Luís, meus queridos amiguinhos

um par delicioso e amoroso, neste capítulo, bem narrado

gostei de ler o crescer do envolvimento do namoro da Luisa e do Eduardo, um segundo encontro maravilhoso, onde nada faltou, até o Eduardo a mostrar à sua bela donzela. como se cozinha e bem

engraçado que sempre tive essa sensação, que os homens cozinham muito bem, são arte na cozinha, talvez por o meu pai ser assim, pois cozinhava muito bem

deliciei-me de novo e espero mais e mais, como digo ás vezes, desenvolvam, desenvolvam

é dia de Páscoa hoje, não podia passar sem vos desejar uma feliz Pascoa, cheia de Paz e harmonia, onde a felicidade esteja presente

abraço-vos com muito carinho e ternura, um abraço grande, intenso
e beijinhos muitos, hoje docinhos como o chocolate

é verdade o folar está sempre divinal, mas Luís já tenho saudades é do Pão-de-Ló, do teu claro!

beijinhos muitos

lena

7:30 pm  
Anonymous tb said...

Sim acompanahr esta história é sempre um razer renovado a cada semana que passa. Escrita cuidada sem dúvida. :) Boa páscoa para vocês também.
Beijinhos

8:36 pm  
Anonymous tb said...

ups...acompanhar esta história é sempre um prazer renovado...era o que deveria ter escrito :)
beijinhos

8:43 pm  
Blogger }}cleopatra{{ said...

Olá Isa e Luis!

Sempre coisas novas em cada capítulo.
A vossa imaginação não se esgota e vai enriquecendo cada vez mais com novos diálogos e peripécias,que ao mesmo tempo acompanham os tempos.
É sempre um prazer ler cada novo capítulo!

Um beijinho dos meus... soprado

9:55 pm  
Blogger Kalinka said...

Olá Isa e Luís
a história continua e, estou cheia de curiosidade em saber o que será que o Eduardo vai apresentar na mesa para comer...

Espero que tenham passado um óptimo dia de Páscoa na companhia dos vossos familiares.
Se quiserem ver os meus 2 coelhinhos da Páscoa, venham cá «espreitar».

Boa semana para vós.

12:50 am  
Anonymous maria said...

Outro capitulo muito bonito! Amei! Desejo que tenham passado uma Boa Páscoa! Agradeço a mensagem de Páscoa e a vossa Amizade. Beijinho.

6:52 pm  
Anonymous rosa maria said...

Demoro sempre a dar a minha voltinha pelos cantos que gosto e qd chego aqui, demoro imenso a pôr a história em dia...Que capacidade vocês têm!!...
Fica um beijo

8:37 pm  
Blogger Papoila said...

Depois daqueles belíssimos folares de Páscoa com que nos recebem o capítulo de hoje com o Eduardo na cozinha aguça a curiosidade para apreciarmps os seus dotes culinários.
Mais um capítulo que adorei ler!
Beijos

10:58 pm  
Blogger A COR DO MAR said...

Amigos
espero que tivessem passado passado bem a vossa Pascoa, com muitas amendoas :))

as minhas fotos sao da tua zona? nao sabia eras daqui... mas é linda esta paisagem.

Beijocas*

12:13 am  
Blogger Catarina said...

Ola:
Continuo a ler, a espera de ser contagiada pela essencia desse amor sem sombras nem amargura (diz uma musica dos MECANO que amar é o inicio da palavra amargura)
Espero que tenham passado uma Pascoa feliz!
Bjtos

9:09 am  
Anonymous meialua said...

Beijokas para os dois**

9:38 am  
Blogger ≈♥ Nadir ♥≈ said...

Passei por aki e deixo votos de uma boa semana.
¨`*• (¨`•.•´¨) ♡ .•*´
      ¨`*• .`•.¸(¨`•.•´¨) ♡ .•*´
      ¨`*• ♡ × `•.¸.•´  
Beijos

10:32 am  
Anonymous Fallen Angel said...

Bom dia!
Espero que a vossa Pascoa tenha sido passada da melhor maneira possivel. A minha foi passada em casa com a familia.
Deixo aqui um beijo.

11:52 am  
Blogger Cakau said...

Queridos amigos... Já na parte 80? Como o tempo voaaaa! VIm deixar-vos um beijinho especial :) *****

7:26 pm  
Blogger Å®t_Øf_£övë said...

A Luisa, e o Eduardo estão em perfeita sintonia. Pelo comportamento deles parece mesmo que estão completamente preparados para iniciarem uma vida a dois.

Beijos e abraços.

9:46 pm  
Anonymous Carla said...

Entao! esta semana, escreveram muito pouco, apenas algumas linhas, a história evoluiu muito pouco, estava a espera de mais conteúdo, cá fico a espera da saida de mais um capítulo, beijocas

10:08 pm  
Blogger ≈♥ Nadir ♥≈ said...

Beijokas........

      ¨`*• (¨`•.•´¨) ♡ .•*´
      ¨`*• .`•.¸(¨`•.•´¨) ♡ .•*´
      ¨`*• ♡ × `•.¸.•´  

5:32 pm  
Blogger Moura ao Luar said...

Olha que bom, um cozinheiro hehe para aqueles dias que a ultima coisa que nos apetece é entrar na cozinha...

5:45 pm  
Anonymous Ane said...

Eduardo cozinhando?Gostaria de ter sorte e encontrar um namorado assim.Bjocas!

11:44 pm  
Blogger Vera said...

A Luísa é uma sortuda!!! Bem precisava de um Eduardo lá em casa...
Gostei muito do desenvolvimento da história e adoro o amor que os une! É lindo e causa-nos uma "pontinha" de inveja!

*♥*´¯`*.¸¸.*Beijinhos*.¸¸.*´¯`*♥*

3:48 pm  
Anonymous rosa maria said...

Eu tenho um bom "Eduardo" cá em casa, mas apesar de cá viver há mts anos, continua a ter dificuldade em encontrar os utensílios que necessita...não se será por eu estar sempre a mudar tudo de sítio...:):)

9:42 pm  
Blogger Nilson Barcelli said...

O ritmo continua bom.
Beijinhos e abraços.

10:54 pm  
Anonymous In Loko said...

Luis obrigado pela apitadela no meu blogue, sempre atento, não deixas escapar nada pá LOLLL tou a sorrir. Abraços...

4:06 am  
Blogger maresia_mar said...

Olá meus amigos!
Eu sempre digo que é nas pequenas coisas que o amor se manifesta, está aí o sentido da vida!
Cá estou recuperada de uma gastrite daquelas, mas eu sou uma mulher do norte, não é um virus qualquer que me vence. Bjhs e bom fds

3:16 pm  

Post a Comment

<< Home