Name:
Location: Portugal

Friday, April 21, 2006

Virtual Realidade Parte 32


Os dias diminuíam e Eduardo dividia as horas de lazer entre a Internet e a preparação da terra, na pequena horta que possuía, para as culturas do Outono.
Todos os dias, pela manhã, antes de sair para o trabalho, ia cavar um pouco ─ em Novembro semearia as favas, plantaria as couves e os morangueiros ─ Descalço, adorava sentir a macieza da terra solta e leve na nudez dos pés desprotegidos. Depois o duche frio e a saída para o emprego.
Ao fim da tarde, regressado a casa, preparava o jantar, jantava e ia ao computador navegar um pouco, consultando sites, lendo e escrevendo e-mails e falando com pessoas no IRC.
Desse modo encontrara um dia Luísa, carente, sensível e carinhosa que se apaixonara por ele ao fim de algum tempo e convívio on-line. Achava-a bonita e simpática, meiga, mas não estava seguro de gostar dela ao ponto de se lhe unir. Precisaria de a conhecer pessoalmente. A vida de solitário começava a pesar, já não era um jovem, e sentia que precisava de alguém perto dele. Mariana era uma doce recordação distante. “Como seria a sua vida? Onde viveria?”─ Pensava ─ “Não tenho a certeza de ainda a amar; e depois, aonde me leva isso? Não posso estar sempre só. Tenho de me decidir.”
Com estes pensamentos dirigiu-se ao computador. Tinha acabado de jantar havia poucos minutos. A primeira pessoa que encontrou no mirc foi a Albertina, uma velha amiga, que veio logo ter com ele em pvt:
─ Olá! Há quanto tempo! *
─ Olá Tininha! É verdade.Está tudo bem contigo? **
─ Sim, e tu?
─ Vou indo.
─ Não pareces muito animado. O que há de novo?
─ Nada, eu estou bem, mas fico revoltado com certas coisas.
─ Pois também eu. Mas queres contar?
─ Tu não és católica?
─ Sim sou, mas não muito praticante. Porquê?
─ Então amiga, não devias de estar aqui a teclar comigo.
─ Ora essa, porquê?!!! Tu és um dos meus melhores amigos e gosto muito de falar contigo.
─ Obrigado, mas tu, sendo católica, não devias andar na Internet nem ler jornais ou ver televisão.
─ Só podes estar a gozar comigo! Isso é alguma piada?
─ Infelizmente não. É que parece que foi actualizada a lista daquilo que é considerado pecado pelo Vaticano. As últimas actualizações acrescentam à lista dos pecados ler jornais, ver televisão e navegar na Internet.
─ Isso não cabe na cabeça de ninguém! Só pode ser invenção de alguma mente estúpida.
─ Vou passar-te a noticia que saiu no Público on-line há 3 dias para tu avaliares por ti mesma:

«Passar muitas horas a ver televisão, a navegar na Internet ou a ler jornais são actividades consideradas pelo Vaticano como "novos pecados", de acordo com a nova orientação enunciada pelo penitenciário-mor, o cardeal Francis Stafford.
O delegado do Papa para a cerimónia do rito da reconciliação (uma celebração católica tradicional em Roma retomada este ano) apresentou um longo elenco de perguntas a que os fiéis devem responder, em exame de consciência, antes de se aproximarem do sacramento da penitência.Entre essas perguntas coloca-se a questão relativa à forma como se passa o tempo, comparando-se o investimento nos media (televisão, Internet e jornais) com o tempo despendido a "meditar e a ler a Sagrada Escritura".De acordo com o Vaticano, passar muito tempo a ler jornais, a ver televisão ou a navegar na Internet diminui a dedicação à fé cristã, pelo que aquelas actividades devem ser consideradas como dos "novos pecados».

─ Leste tudo?
─ Espera um pouco.
─ Ok.
─ Já li e estou pasmada com tanta estupidez.
─ Pelo contrário! Acredita que eles sabem muito bem o que fazem.
─ Achas? Eu, se eles continuarem assim, vou deixar de lhes ligar completamente. Já começo a não acreditar em nada.
─ Penso que essa é a única atitude racional a tomar. Os média são um perigo para todos os sistemas de pensamento rígidos e fechados. As ideias começam a circular cada vez mais pelo mundo entre gentes de culturas muito diferentes e isso pode fazer com que comecemos a pensar pelas nossas cabeças. A igreja não quer, nunca quis, que as pessoas pensem mas que aceitem cegamente aquilo que ela diz como verdade absoluta, sem discussão possível.
O material relacionado com a sexualidade que circula abundantemente nos media e a que os mais novos têm acesso, também preocupa muito as igrejas porque eles sabem que, se a sexualidade for libertada das amarras de milhares de anos, a humanidade se libertará de toda a irracionalidade e deixará de acreditar em misticismos.
─ Como assim?! Essa não percebi!
─ Repara como toda a noção de pecado tem por base a sexualidade. É na educação das crianças, sexualmente repressiva, que as igrejas apoiam o seu domínio sobre o mundo há muitos séculos. O que fazemos às nossas crianças quando as castigamos pelas manifestações naturais da sua sexualidade é o maior crime que contra elas cometemos.
Com o tipo de educação que lhes ministramos, as crianças começam a ter medo do mundo, a perder a sua naturalidade e inocência, a serem incapazes mais tarde de pensar por si próprias, sem espírito crítico, abertas a todas as influências exteriores, as boas e as más. Essa ideia de sexualidade coisa proibida e suja, incutida na infância, dá origem à angústia que a maioria das pessoas arrasta pela vida fora, que as torna infelizes e que, sendo insuportável para algumas, as leva ao suicídio. A igreja vem nesta altura trazer o lenitivo para essa profunda angústia existencial, e assim tem sempre um exército infindável de clientes que sustentam e justificam a sua existência enquanto organização que ampara uma humanidade cheia de carências afectivas originadas na tal educação negadora da sexualidade infantil. Ou seja, ela dá apoio aos coxos depois de contribuir para que eles fiquem sem as pernas.
A igreja conhece estes mecanismos há muito tempo e explora-os em seu proveito. São esses os mecanismos da obediência que levam mais tarde os homens a precisarem de chefes que os guiem ─ mesmo que esses chefes sejam hitlers ─ de igrejas que lhes digam como se comportar, de deuses que lhes dêem o apoio moral para conseguirem sobreviver psicologicamente. É assim que as religiões dominam as sociedades onde estão inseridas transformando o rebanho em carneirinhos obedientes e cegos, prontos para o sacrifício de todas as páscoas.
Achas que Hitler teria feito o que fez se não tivesse contado com a obediência das massas? Ele sozinho não faria nada. A culpa do que aconteceu não é dele apenas. Como é que as pessoas, neste caso os soldados, puderam seguir ordens para fazer o que fizeram?
E os actuais homens-bomba? Como se compreende que exista gente capaz de proceder daquele modo?
Estes são apenas dois exemplos. Dá que pensar, não dá?
─ Lá isso é verdade! Mas eu acredito em Deus. E Jesus existiu e a vida dele foi exemplar.
─ Em que deus acreditas tu? Voltaire dizia: «Eu não acredito no deus que os homens criaram, mas acredito no Deus que criou os homens». Acho que a existência ou não de um deus se deve resumir a isto.
─ Mas não é a mesma coisa?
─ Não, não é! Penso que há algo que criou a vida: uma energia, uma força natural. A certa altura da história da humanidade alguém descobriu que castrando psicologicamente as pessoas se podia facilmente dominá-las. Já se fazia isso fisicamente com os animais a fim de os tornar dóceis para o trabalho. A partir daí era preciso inventar algo que compensasse a infelicidade humana que resultava dessa castração mas que não interferisse com a submissão e que, pelo contrário, a ajudasse a manter. Estava criada a ideia de um deus que facilmente foi e continua a ser aceite por todo o lado. Um deus dominador e também protector como convinha.
─ Oh pá, tu dizes cada coisa!
─ E ainda digo mais…Vê como a igreja encara a sexualidade e o aborto e como sempre tratou as mulheres ao longo da história, porque elas eram as portadoras do pecado e levariam a humanidade à perdição.
─ Tens razão. Eu sei isso.
─ Outra coisa…Um dos grandes problemas do nosso mundo é, todos sabemos isso, a droga. Inventam-se soluções para ele: maior repressão policial, leis mais rígidas, ou, pelo contrário, mais liberalização?
Não convém que se perceba que o consumo de drogas tem a ver com a tal angústia profunda originada no tipo de educação castradora que temos e que muitos dos mais novos não procuram nas religiões a compensação da sua infelicidade…Alguma vez ouviste algum expert do assunto falar nisso na TV?
Acho que tens matéria aí para perceber porque estou assim.
─ Sim, e em muitas coisas talvez estejas certo.
─ Tina, perdoa-me por te estar a fazer pecar em duplicado! Acho que por agora já disse tudo.
─ ?????????????
─ Por um lado obrigo-te a ler heresias e por outro é na Internet…lol
─ Só tu para me fazeres rir!
─ Tenho muito sentido de humor, não tenho? Mas tudo aquilo que eu disse é bem verdade. Basta leres a História Universal, junta a isso um pouco de conhecimento de como as pessoas funcionam, e pensa, pensa muito! Procura ver a coisa de vários ângulos…se tiveres o coração liberto talvez chegues às mesmas conclusões.
─ Talvez…mas agora tenho de ir dormir. Até amanhã. Um beijo.
─ Outro para ti. Dorme bem. Também vou.
Eduardo desligou lembrando-se de que tinha trocado com Mariana todas estas ideias e que ela pensava do mesmo modo que ele.
Mariana tinha chegado a elas de um modo natural, porque sentia em si mesma que só podia ser essa a verdade. Eduardo porque tinha lido muito e chegado à conclusão de que, racionalmente, só aquelas verdades conseguiam satisfazer a sua compreensão.

Continua...

47 Comments:

Blogger saisminerais said...

ola
Parece-me conheço parte deste capitulo mesmo se o não tivesse lido... É mesmo actualissimo, essa do vaticano é uma piada com certeza.
o Eduardo ja se parece comigo a teclar...
Obrigado pela assidua visita ao sais, deixo aqui um beijo e o desejo de continuação

6:52 pm  
Anonymous Sindarin said...

Interessante...vou ficar à espera. Deixo-vos um grande bj e votos de bom fim de semana. Portem-se bem! :D

7:17 pm  
Anonymous Slayra said...

o meu blog pode estar diferente, mais simples, mas continuo a ser a mesma e a passar por aqui para ler os vossos textos :). bom fim de semana.
beijinhos * * *

8:22 pm  
Anonymous Slayra said...

de facto não me apercebi de nos estarmos a visitar mutuamente ma sachei engraçado. no que diz respeito ao último comentário, o meu grande problema a nível emocional é o facto de eu ser uma pessoa bastante nervosa, pelo que me enervo com as coisas mais simples e às vezes consigo fazer uma tempestade num copo de ádua...noutras vezes é mesmo uam tempestade, pelo que não me preocupo assim muito. de qualquer maneira, quando ao msn, o meu mail encontra-se no blog :)
beijinhos * * *

9:57 pm  
Blogger soli-arte said...

ola amiga. mais uma semana e mais uma visita.Continuas sempre a surpreender-me.
Este capitulo todo ele virado para a actualidade.Lembro que quando ouvi a noticia tive a mesma leitura do Eduardo.E tambem eu brinquei com o cinismo de pseudo clerigos. Recordei por exemplo,os bispos americanos que durante anos abusaram de crianças e que a troco de dinheiro sairam como que purificados. Sou catolica mas isso não me obriga a beber de todos os ensinamentos e leis que a igreja catolica quer que os seus fieis bebam quando ela é a primeira a prevaricar.
Mas chega de divagações,gostei deste capitulo, sempre actual.
beijos e tenham uma boa semana . Continuem a deliciar-me com o vosso conto
Soli

11:06 pm  
Anonymous Mrs.Sensuality said...

Ola Amigos,

Bem... este capitulo esta actual e com uma abordagem super interessante sb estes "nvs pecados"... So catolica, embora nao pratike mt... mas acredito piamente em Deus e na Biblia, tal cm os muçulmanos seguem o Alcorao... mas acho k a igreja começou a virar as coisas a seu belo prazer... Deus disse " crescei e multiplicai-vos" no entanto, os padres e as freiras tem k fazer voto de castidd... nao podem casar ( mas fazem as suas escapadinhas!!Conheço alguns assim!!)... Houve leis k Deus nao ditou, apenas pediu para termos fe e rezarmos!!Eu rezo e tenho fe, mas cada vez estou mais descrente no k a igreja diz e exige... prefiro eu "falar" com Ele, a ter k falar com um Padre!!
Adorei o capitulo!!!Para alem de ser actual, faz-ns reflectir sb mt coisa... inclusive a nossa propria existencia!!!
Jinhos e optimo fds

1:38 am  
Anonymous vmanuel said...

tambem eu estou curioso por ler este conto é uma passagem obrigatoria nas sextas feiras . :)
tambem eu passo muito tempo nesta treta do virtual felizmente já menos envolvido com os visitantes de salas de irc que evoluiram para o msn onde é mais facil conhecermo-nos .
estao a fazer um bom trabalho gosto daquilo que leio aqui ...sendo ou nao um conto é baseado em factos com o qual em certas situaçoes me identifico .

tenham um bom fim de semana e continuem o bom trabalho .

1:42 am  
Blogger macmartinson said...

Ora aí esta, Isa:
os novos pecados?!!!

Sabes, a mim já nada me espanta: normalmente essas ideias idiotas de sistemas falidos ou homens corrompidos que já sabem dar conta do recado para segurar as tropas, os fiéis ou os povos.
Políticos e religiosos, que são vndedores de ideias, por vezes passsam-se dos " carretos " ou " dos pirolitos " para ver se recuperam um pouco de credibilidade ou querem dar nas vistas... Mas a culpa é do povo e dos fiéis que se " vendem " por uma "treta" qualquer... e depois os "líderes " abusam e pensam que todas as "idiotices " lhes são permitidas...

Bom, eu que até fui político e andei num seminário, mas ambos dei com a porta na cara, nem tenho razão de queixa, porque por nenhum deles me deixei corromper. Entristece-me, porém, que o Mundo ande a reboque de " loucos " " " bandidos "...
Fica bem e oxalá estes " novos pecados " criem muita celeuma, seria sinal que as consciências ainda existem !!!
Beijos

10:25 am  
Blogger ≈♥ Nadir ♥≈ said...

Excelente texto, concordo em pleno com as observações dos participantes, partilho das mesmas opiniões...
Agora deixo no ar... o Vaticano têm uma página na net, e tem o seu próprio jornal semanal, ora eis a questão, não serão eles os primeiros a pecar?...
Ah pois... isto de apontar o dedo aos demais é fácil, pena é que quem dita, não pratica!
Bjx e bom fim de semana

4:01 pm  
Blogger Catarina Pati said...

Ai! Ai! Vim actualizar a minha leitura e descubro que a juntar ao pecado da gula tembém tenho um novo: passar muito tempo diante do computador em vez de meditar nas sagradas escrituras! So me faltava essa :):)
Bjnhos!

4:30 pm  
Blogger margusta said...

Como ainda ando muito ocupadita, ainda não é hoje que leio :(

Venho deixar um beijinho e desejar um bom fim de semana.

7:02 pm  
Blogger Papoila said...

Este diálogo encantou-me pela actualidade, pelos problemas e reflexões que levanta, pelas conclusões de Eduardo. Continuo fã. Beijo

11:29 pm  
Anonymous segundavida said...

Num romance em "directo" o Eduardo faz uma abordagem muito lúcida destes temas com bastante importância. Bom domingo.

11:55 pm  
Blogger XannaX said...

Interessante a forma como abordam a actualidade (chocante, diga-se de passagem) neste "romance"! Parece que estamos a retroceder à Idade Média, ao obscurantismo... enfim!
Obrigado pelas palavras que têm deixado no meu blog e Votos de um grande fds.

12:16 am  
Anonymous Susana said...

Oi !!

Obrigada pela visita ao meu blog.
Vim aqui retribuir e conhecer o cantinho de vocês.

Gostei do texto, está muito bem escrito, embora há coisas com as quais eu não concorde.
Por exemplo: Deus não é uma "coisa", Deus e religião não são o mesmo.

Eu acredito em Deus e já experimentei sua atuação em minha vida. Só posso achar uma pena para quem ainda não se oportunizou o mesmo. Não esqueçamos de que Deus nos dá de acordo com a nossa fé. Quem não acredita, nunca vai receber nada... nem um milagre.
Não vou alongar mais meu comentário sobre isso, porque fé, não se discute.. a gente nunca vai chegar a um denominador comum, não é mesmo ?
Cada cabeça uma sentença !

Eu só não entendo o porquê de pessoas que são contra determinadas coisas, fiquem sua vida inteira focalizando no que não gostam. Não acreditam em Deus ? Tudo bem... Que focalizem então no que acreditam e deixem os outros viverem . Não`é melhor ?
Eu procuro dispender minha energia com coisas que gosto e acredito. Ficar só "sentando a lenha" na oposição, não edifica.


Bem, só quis expressar meu ponto de vista, viu ?
Gostei muito do template de vocês ! E parabéns pelos escritos !

Vou voltar outras vezes !
Espero que a semana de vocês seja cheia de vitórias e conquistas !

Um grande abraço,

Susana

8:25 am  
Blogger alfazema said...

Repara bem que a notícia diz " muitas horas". Podemos passar algumas horas, poucas, penso eu, segundo me parce ser a mensagem ,para ter tempo para ir à igreja. Hoje, as igrejas têm cada vez menos jovens, quase tenho a certeza, mas não é desta maneira que eles e os menos jovens lá vão. A igreja tem de se actualizar, tem de estar de acordo com os tempos. Depois há que respeitar quem lá não queira ir.
Com proibições e punições não se vai a lado nenhum.
Um beijo

8:42 am  
Anonymous manoel donini said...

Que bom eu ter encontrado alfazema, pois pois, por meio dela viestes ao meu simplezinho blog.E isto foi muito bom para mim, agradeço muito por isto.Lí inteirinho e atenciosamente o vosso texto,escrito com talento, inteligência, e mostrando uma realidade do mundo atual.Falas da libertação das mentes, que devem ter capacidade própria de raciocinar e indentificar o que deve fazer em suas vidas.A pior escravidão é a mental.Abraços.

1:32 pm  
Anonymous Mar said...

Já tinha saudades desta história sempre inesperada e tão cativante. A alusão aos "novos pecados" foi feita de forma primordial, pelo que vos cumprimento.
Agradeço ainda o poema lindissimo que a Isa deixou no meu blog e que, oportunamente, irei publicar, se me for permitido.
Beijos grandes e até ao próximo capitulo.

6:09 pm  
Blogger Ana said...

Continuo a seguir-te nesta história , hoje, mais que nunca, bem actual. E cá continuo a pecar... :-)
Um beijo.

7:02 pm  
Blogger lena said...

vim ler-vos, as forças não são muitas, mas consegui estar aqui, ler e partilhar este momento que me encantou, claro que têm razão

vim abraçar-vos, agradecer o vosso carinho e tentar voltar logo que consiga

continuem, eu virei ler-vos e estar atenta a este romance que me prendeu

beijinhos muitos cheios de carinho aos dois

lena

7:06 pm  
Anonymous MoonLight said...

Passei. Li.
Ainda bem que todos pensamos diferente e sentimos de formas diferentes. Esse foi o objectivo do ou de quem nos possa ter criado... Tornar-nos ÚNICOS! Únicos e irrepetíveis! Por isso é sempre bom descobrir novas maneiras de olhar as mesmas coisas! Por isso é que o arco-íris tem tanta cor... e ainda lhe faltam outras tantas! Bjs de Luz

10:03 pm  
Anonymous bitu said...

Minha querida madrinha, padrinho e afins...a vossa estória mantem-se interessante. Abordam assuntos diferentes o k nos deixa sp na espectativa do k iremos encontrar na proxima vez. Beijinho grande e boa semana(desculpa o k)

10:56 pm  
Blogger Vanda Baltazar said...

Delicioso o domingo :)

Valeu por muitos :)

Um beijo para voces e caso seja o vosso caso :) um bom começo de semana :) terca feira há mais :)

11:10 pm  
Anonymous Alexandra said...

:) a história continua e com todo o estilo!

Gostei de vir cá pecar um bocadinho :)))

Beijinhos

12:26 am  
Anonymous lique said...

Desta vez, a virtual realidade aborda problemas da realidade "real". Problemas importantes, sob um ponto de vista com o qual concordo em absoluto.
Beijinhos

12:36 pm  
Anonymous Pedra da Lua said...

obá capitulo novo!!!! Pena nao poder q estou a correr mesmo mas nao podia deixar de vir dar um jinho grando e desejar um optimo feriado, ai comemora-se o 25 d abril? aqui sim e é festa hoje, amanhã e até ao fim da semana. Bem jinhos grandes para os 2, um para a Isa e outro para o Luis ;) (depois passo cá a ler)

3:55 pm  
Anonymous Filipe Freitas said...

Uma passagem por aqui para ler este texto...
Mas chegar ao blog com dificuldade, um pequeno "truque" porque o Internet Explorer fica quase sempre bloqueado quando acesso aos blogs...
Mas ando a fazer os possíveis para chegar aos blogs amigos.
Por isso as minhas desculpas ...
Mas continuo a fazer um post diário !...
O meu blog não vai "morrer" !....

6:14 pm  
Blogger Maith said...

Achei muito interessante a dissertação sobre as coisas da Igreja Católica embora lhe tenha muito respeito como tenho por todas as outras religiões. Quem sou eu para criticar a fé de alguem?
Quanto a receita dos folares ... poxa! cinco quilos de farinha... Quem tem braço para amassar tudo isso? Talvez eu até experimente pois adoro exparimentar receitas, mas será a decima parte,, 500 grs de farinha, etc. Depois lhe conto o resultado. Tchau!

Só para confirmar
Estes são os meus blogs
http:/www.cuidadoestaoteespiando.blogger. com.br
http://www.bisavo.blogger.com.br
http://vivenciaplena.blogger.com.br ttp:/www.ciranda.blogger. com.Br

8:06 pm  
Blogger ≈♥ Nadir ♥≈ said...

Deixo um beijo ao sabor do vento e votos de um bom feriado :)

9:23 pm  
Blogger Cakau said...

Às vezes pergunto-me se a internet não tem demasiada importância na vida das pessoas...

Um beijo grande e bom feriado, meus queridos *

10:02 pm  
Anonymous Filipe Freitas said...

Luis: Agradeço a ajuda colocada num comentário do meu blog.
O que se passa é o seguinte:
O meu antivírus, que o paguei e que me dá bastante segurança, com muitas funcionalidades, na nova versão que saíu há dias, bloqueia o Internet Explorer quando eu abro blogs Sapo, o que não acontecia na versão anterior...
O assunto já está a ser estudado pela equipe de gestão do Sapo, que têm sido fantásticos, e estou à espera que resolvam o problema.
Também solicitei assistência aos serviços técnicos do antivírus.
Fazer o post diário, faço, agora ver os blogs é que é preciso ter muita sorte para não ficar com o I.E. parado...
Um Abraço.

2:18 am  
Blogger Å®t_Øf_£övë said...

Não sei se deveria ter lido mais este capitulo, senti-me a pecar...

:)

A internet, pecado de certeza que não é, agora lá que pode ser um perigo para pessoas como a "Luisa", carentes, sensíveis e carinhosas, lá isso podem. Quem diz "luisas", diz "Luises", e há tanta gente assim neste mundo, infelizmente.
Gostei de mais este capitulo.
Beijos e abraços.

8:12 pm  
Blogger Vanda said...

Obrigada pela visita.
Prometo voltar e ler com mais tempo. E o meu feriado foi muito bom.

9:40 pm  
Anonymous eternapartedemim said...

Olá Isa e Luís! **

Estive uns dias ausente, porque o meu pc foi atacado por um vírus, daqueles mortais... e teve de ser formatado. Depois de formatado, instalei o anti-virus Panda 2006 e tal como o Filipe Freitas, esta nova versão do Panda, não me deixa entrar na maioria dos blogs... entra em conflito e dá sempre um erro. Cheguei à conclusão que era do anti-virus, porque quando o desinstalei, ficou tudo a funcionar bem. Tive de voltar a instalar o Panda 2005, que não traz esses problemas. Agora, depois de ler o comentário do Filipe, vi que está a acontecer o mesmo a outras pessoas.

Quanto à vossa história, continua a prender-me bastante. O episódio desta semana, é bastante interessante e decerto polémico...

Deixo um beijo aos dois e votos de boa semaninha. *****

Lu Costa

P.S. Espero que a vossa Páscoa tenha sido bem docinha e que o feriado 25 de Abril tenha sido muito bem passado!

12:44 am  
Blogger A. said...

Obg por terem passado por lá.por mim...voltem.eu volto aqui concerteza.
Abraço para vcs.
:)

1:28 am  
Blogger Vanda Baltazar said...

Eu pecadora me confesso :)

Beijinhos e obrigada pela visita...
PS-Gosto desse coração que me vê!!! :) muito!

11:48 am  
Blogger Pedro Melo said...

Olá! Cá eutou eu para mais uma "virtual realidade"!

Estou a gostar muito! Parabens!

10:05 pm  
Anonymous Sindarin said...

Olá meus queridos! Td bem com vocês, aí vem mais um final de semana k espero seja compensador para vós e vos traga inspiração para este trabalho tão interessante...estou agostar. Um gde bj e tdo de bom na vossa vida. Vou levar o vosso link tá? Beijocas

5:58 pm  
Blogger Rosmaninho said...

Novos pecados...
O que pedirão, no confessionário, para a sua remissão?

Por uma mentira, quando tinha dez anos, tinha que rezar uma Avé- Maria e um Pai nosso...

Agora, se calhar, teria de rezar desde o sol nascer até ao sol se pôr...já não me confesso ;).

~*Um beijo*~

8:20 pm  
Anonymous anne said...

Já estás pronta, amiga, gostei muito, tens o dom da escrita. Sou uma pecadora aos olhos dos homens, rsrs, não aos olhos de Deus, disso tenho certeza, o meu Deus é magnânimo.
O que dizem os religiosos em nome de Deus, aí sim é um pecado. Beijoooooooo e continua...

9:26 pm  
Anonymous Anonymous said...

Confessar-me..........só a Deus!!! Não critico quem o faz. Bjs Intemporal.blogs.sapo.pt

12:01 am  
Blogger Kalinka said...

E a história CONTINUA...

Venho agradecer as vossas visitas ao meu kalinka.
São sempre bem-vindos.
Fico Feliz com a vossa presença lá.
Beijokas.

1:16 am  
Anonymous Pedra da Lua said...

Olá Isa!!!! Vim aqui num instantinho só para deixar um jinhos e desejar bom fim-d-semana e olha acabei por ler este capitulo q apesar de já cá estar há uns dias ainda nao tinha tido oportunidade de ler com olhos de ler. Tu és perita em deixar as pessoas curiosas, se calhar também é por isso q resulta tão bem e as pessoas estão sempre a aparecer só para ver qd sai o proximo. Continuo a adorar. Jinhos e abracinhos para a Isa e para o Luis. Aproveitem bem o fim-d-semana ;)

9:48 am  
Anonymous pequenita (quando o teu corpo e o meu) said...

Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que a minha boca tem pra te dizer!
São talhados em mármore de Paros
Cinzelados por mim pra te oferecer.

Têm dolência de veludos caros,
São como sedas pálidas a arder...
Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que foram feitos pra te endoidecer!

Mas, meu Amor, eu não tos digo ainda...
Que a boca da mulher é sempre linda
Se dentro guarda um verso que não diz!

Amo-te tanto! E nunca te beijei...
E nesse beijo, Amor, que eu te não dei
Guardo os versos mais lindos que te fiz!

BOM FIM DE SEMANA
beijuuusssss ;o)

3:34 pm  
Anonymous Mar said...

Esperando a continuação de tão emocionante "saga", lanço-vos do meu blog uma corda que não vai perder-se numa grande onda de solidaridade. Beijo

3:55 pm  
Blogger tb said...

Olá, amigos, voltei. Cá estou a recuperar o tempo perdido, que é como quem diz o não ainda lido. (risos) Obrigada à Isa pelo poema que adorei.
Este capítulo até mais parece um diálogo meu. Muito bem, gostei mesmo pela actualidade e pelos problemas muito sérios e pertinentes que aflora e com os quais me identifico...
Beijinhos

4:50 pm  
Blogger amita I said...

Um bom tema e muito bem desenvolvido. Adorei ler.
Um bjo e uma flor

9:35 pm  

Post a Comment

<< Home